fbpx

Compare as listagens

Receitas da HCB atingiram cerca de 15 biliões MT no ano passado

Receitas da HCB atingiram cerca de 15 biliões MT no ano passado

Receitas da HCB cresceram 3.5% e atingiram cerca de 15.5 biliões de meticais em 2017. O crescimento ligeiro resulta das adversidades hidroeléctricas.

Em 2017, a Hidroeléctrica de Cahora Bassa registou o nível mais baixo de produção de energia dos últimos seis anos, devido à escassez de água na albufeira. Contudo, a empresa registou um pequeno incremento nos seus resultados financeiros apresentados esta terça-feira, em Maputo.

Em termos de receitas, o ano de 2018 será ainda melhor, considera o administrador-executivo da HCB. O bom desempenho esperado para este ano será fruto das negociações com a empresa sul-africana, Eskom, que resultaram no ajustamento em alta da tarifa da energia vendida à empresa em 46%.

Em relação à baixa produção e do volume de vendas, o Conselho de Administração da HCB aponta a escassez de água na albufeira e limitações de geradores de energia como factores que determinaram esta má performance.

De referir, que a Hidroeléctrica de Cahora Bassa é uma das maiores contribuintes dos cofres do Estado. Só para ilustrar, em 2017, a empresa canalizou cerca de 130 milhões de dólares em impostos.

 

Fonte: Edson Arante (Jornal o País)

Posts relacionados

Marrocos começa a construir o arranha-céu mais alto de Africa

Marrocos começa a construir a 1 de Novembro o arranha-céu mais alto de Africa. A construção de...

continue lendo

Firma de Singapura desiste de fazer negócio em Moçambique

A empresa COMPACT Metal Industries, que é uma empresa com capitais de Singapura, desistiu da...

continue lendo

Anadarko “dá a mão” às empresas Moçambicanas

O projecto de Gás Natural Liquefeito (LNG, sigla em inglês) liderado pela Anadarko vai apoiar...

continue lendo

Junte-se à discussão