Noticias

Casas na Vila Olímpica II a 6.000.000 MZN

Os apartamentos da segunda fase da Vila Olímpica já podem ser vendidos. O Acordo de Comercialização foi assinado no dia 12 de Julho de 2021 pelo Ministro das Obras Públicas, o Fundo para Fomento de Habitação e a Charlestrong. As casas custam 25.000 Mzn mensais durante 20 anos. São 240 Apartamentos de T3, são da segunda fase do projecto da Vila Olímpica, estão no bairro do Zimpeto,...

Quase US $400 milhões a serem investidos na 2ª fase da Cidadela da Matola

Quase US $400 milhões serão investidos no próximo ano na segunda fase do projeto da Cidadela da Matola. A retomada da iniciativa vai abranger a construção de infraestruturas de serviços básicos concebidas para responder aos desafios decorrentes do crescimento exponencial da cidade da Matola, na província de Maputo. Paulo Cossa, porta-voz da 12ª sessão do Conselho Executivo Provincial de...

Lançado Projecto Renascer em Katembe

O Conselho Municipal de Maputo e o Fundo para o Fomento de Habitação (FFH) assinaram um memorando de entendimento para a implementação do projecto Renascer. O projecto visa a construção de casas a custos controlados para jovens residentes no município da capital do país. Ao abrigo deste acordo, o FFH irá construir 100 casas a custos controlados no bairro Incassane, no distrito...

Lançado Projecto Renascer em Manhiça

O facto surge no âmbito do Programa Habita Moçambique que visa a construção de habitação a custos controlados nos meios urbano e rural, em terrenos dos próprios beneficiários, com recurso a materiais de construção que respondam aos requisitos de sustentabilidade, resiliência e disponibilidade. O projecto de âmbito nacional, destina-se a população de baixo rendimento, sendo que numa...

City Lodge Hotel Maputo agora aberto

O City Lodge Hotel Group (CLHG) abriu o 62º hotel, o City Lodge Hotel Maputo em Moçambique, sob a liderança do gerente geral Gustavo Cardoso. O hotel está idealmente localizado na Rua Para o Palmar, perto da Avenida Julius Nyerere, e a uma curta distância da praia da Costa do Sol, do centro da cidade, de um hospital particular, da universidade e de várias outras atracções comerciais, de...

Moçambique: Sofid financia investimento da construtora Portuguesa

A Sociedade de Financiamento para o Desenvolvimento (Sofid) financiou com cerca de 1,5 milhão de euros os investimentos de 10 milhões de euros que a empresa portuguesa Construções Gabriel Couto planeja realizar em Moçambique, a instituição financeira. A operação tem como ponto de partida a construção do aeródromo que servirá aos megaprojectos de gás natural do país no norte, disse Sofid...

Concessões rodoviárias lançadas em Moçambique a partir de Abril de 2020

A concessão das secções nacionais de estradas de Moçambique a operadores privados está prevista para Abril de 2020, disse o director-geral da Administração Nacional de Estradas (ANE), citado pelo jornal moçambicano Notícias. César Macuácua também disse que a análise das propostas técnicas e financeiras apresentadas por empresas nacionais e estrangeiras, no concurso público internacional...

Os primeiros 64 Apartamentos do Projecto Zintava a serem concluídos até Setembro em Marracuene

O Governo prevê a conclusão até Setembro deste ano dos primeiros 64 Apartamentos sendo construídos em Zintava, distrito de Marracuene, província de Maputo, como parte do projecto "Habita Moçambique". O Ministro de Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, João Machatine, visitou recentemente o projecto e ficou impressionado.   Fonte: Cub Of...

Empresas do Reino Unido querem investir na indústria e infraestruturas em Moçambique

As empresas do Reino Unido estão interessadas em investir na indústria, infraestruturas e educação em Moçambique, para estreitar os laços económicos bilaterais, disse a enviada especial da rainha Isabel II.   "Estou ansiosa por trabalhar no sentido de estabelecer novas parcerias durante a minha visita para melhorar os laços comerciais e as oportunidades de investimento entre Moçambique...

FFH e a Chinesa CITIC fecham parceria para construção de 35.000 casas a partir de 2020

O Governo Moçambicano lançou um ambicioso projecto de construção de 35.000 casas para jovens e funcionários do Estado. As “habitações de custos controlados”, um jargão oficial usado para designar casas de preços acessíveis, serão construídas a partir do próximo ano em todo o país, sendo 15.000 no sul, 10.000 no centro e 10.000 no norte. Um dos problemas dos projectos habitacionais tem...

Compare listings

Comparar